Noticiasnew24h.com
Últimas notícias de economia, política, carros, emprego, educação, ciência, saúde, cultura do Brasil e do mundo. Vídeos dos telejornais da TV Globo e outras.
Goleiro Bruno deixa presídio em Minas e quer 'voltar a pensar numa vida normal'

Goleiro Bruno deixa presídio em Minas e quer ‘voltar a pensar numa vida normal’

0 91

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

- Anúncio -

“O objetivo dele é morar aqui (em Varginha) que é onde a família dele reside e já criou vínculos afetivos. Eu acho que ele está esperançoso. A frase que ele usou em específico é que agora ele pode voltar a pensar numa vida normal, que é o objetivo da pena”, disse a advogada do ex-jogador, Mariana Migliorini.

Goleiro Bruno

Ainda de acordo com a advogada, Bruno não tem emprego definido, uma das exigências da Justiça para conceder o regime semiaberto. Ela, contudo, não descartou que o ex-atleta retorne ao futebol profissional.
Durante a tarde desta sexta, o diretor da unidade prisional, Welton Donizetti Benedito, disse que trâmites burocráticos poderiam impedir a saída do goleiro nesta sexta. Contudo, as questões foram resolvidas e Bruno já passou a cumprir pena no semiaberto.

- Anuncio -

Goleiro Bruno

No regime semiaberto domiciliar, ele deve ficar em casa no período entre 20h e 6h. A decisão anulou a falta grave cometida pelo réu, aplicada devido à matéria publicada pela TV Alterosa Sul de Minas, na qual Bruno é flagrado em um bar na companhia de mulheres e com uma lata de cerveja em cima da mesa.
O goleiro também terá que manter seu endereço sempre atualizado perante a Justiça e comparecer em juízo até o dia 10 de cada mês para atualizar endereço e prestar contas de suas atividades. Bruno terá que comprovar, ainda, que está trabalhando no prazo de 30 dias.
Em caso da não comprovação de trabalho, o ex-atleta deverá prestar serviço em obra ou em instituição pública ou em alguma entidade conveniada. O condenado no caso Eliza Samudio também está sujeito à fiscalização por parte da Polícia Militar e agentes penitenciários, em visita domiciliar e eventualmente no local de trabalho.

Melhores Noticias:

 

- Anúncio -

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

- Anuncio -

- Anuncio -

Deixe seu comentário abaixo ( Se precisar de ajuda e só falar. )

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Consulte Mais informação